Indignação e desabafo!



Olá Pessoal!

Eu estou para abordar este tema já faz algum tempo, mas o que me faltou foi coragem para chegar a tal abuso, até porque esse tema não é abordado e nem discutido pela sociedade como o aborto, o alcoolismo, as drogas, etc.

A mídia, por exemplo, não aborda este assunto justamente para não dar idéias a quem pensa em cometer este ato tão covarde contra sua própria vida, "o suicídio".

Eu participo de uma comunidade no ORKUT (PGM - Perfil de Pessoas Mortas), e o que mais me deixa espantada não são os números de morte por acidentes ou doenças, mas sim o número de jovens suicidas. Isso mesmo gente, SUICÍDIO.

Entre esses números estão adolescentes entre 12 e 19 anos, que optam por tirar suas próprias vidas por algum sofrimento, seja ele: fim de namoro, exclusão da turma da escola, problemas familiares, entre outros...

Agora eu me pergunto: Que problema grave pode ter um adolescente nesta fase da vida para chegar a tal ato? O que se passa na cabeça de um adolescente que está começando a viver chegar a esse ponto?

Eu realmente não sei. Talvez depressão? Bom, que eu saiba isso tem cura, basta um tratamento. Cadê os pais desses adolescentes que não enxergam as angustias e o sofrimento de seus filhos? Estão trabalhando? Passeando? Cuidando do próprio umbigo?
Mas espera aí, estão tão ocupados assim, que não conseguem ver o que se passa na cabeça do próprio filho?


A tentativa de suicídio é um “grito” de socorro de alguém que se encontra com um imenso sentimento de frustração, impotência e desespero. E acredito que se ele chegou a esse ponto é porque algo está errado, pois para mim não é "normal" uma criança ou adolescente se seja totalmente amada pelos seus pais e tem a atenção devida cometer este ato.

Agora, aqui ficam minhas dúvidas, a minha indignação e um conselho para pais que tenham filhos adolescentes, assim como eu:

Conversem mais com seus filhos, ouça-os, questionem sobre suas dores e frustrações, mostre preocupação e principalmente que você o ama e se importa com ele, afinal perguntar ao seu filho se ele está feliz, não vai arrancar um pedaço de você!

Prestem atenção quando eles dizem:
- Não quero viver mais. – A vida não tem mais sentido. – Deixarei de ser um problema. – Em breve deixarei de sofrer. – Gostaria de morrer. – Ninguém se importa se estou vivo ou morto.

Na escola:
Baixo rendimento, absentismo, pouca concentração. – Alterações de humor e comportamentos rebeldes repentinos. – Abordagem de temas sobre a morte. – Perda de interesse em atividades antes prazerosas.

Fica aí meu desabafo, e as minhas dicas!

"Para comentar clique no número ao lado do "Título" desta Postagem lá em cima!"

Tenham uma linda terça feira!

BjOs^^

kikinhah

Enviar para o Twitter

23 "Comentaram":

Andrei Vinicius on 30/6/09 12:59 AM disse...

LIndamente fiz a visita em seu BLOG e esse assunto abordado é extremamente complicado...EU tenho as vezes meus momentos de depressão e sei bem como é ter esses ataques suicidas (CALMA eu não tento NADA! Ainda bem!) Mas enfim adorei a forma como vc abordou o tema e o cuidado que você teve de inicio :D
BJS

Kallynka on 30/6/09 1:02 AM disse...

Muito legal o layout do seu blog, gostei muito mesmo.

E quanto ao post, eu acredito que desabafar, as vezes, é bom para nos sentirmos melhor depois.

KyllMila_Mandhalla. on 30/6/09 1:05 AM disse...

Trocou o template =/ achava o outro lindo!
É a segunda vez que eu venho ao seu blog e novamente gostei muito do que vc escreveu! Pow, eu tenho 20 anos e passei por uma adolescencia (dos 15 aos 18) dificil! Já fui hiper depressiva e até hoje me pego na depre as vezes, mas graças a Deus hoje eu sei como sair dela!
Conheço dois casos de suicidio e tbm já teve pessoas da minha familia que cometeram esse ato, mas eu nao era nem nascida ainda!
O que leva esse pessoalzinho a cometer isso é: Falta de atenção dos pais, carinho familiar, frustração por não estar dentro dos parametros impostos pela sociedade (que a cada dia se torna mais ridicula), falta de compreensão e todas essas coisas...! Algumas pessoas fogem e se drogam, aew seguram a onda da vida e outras não aguentam e se matam mesmo... Ainda mais hj em dia que parece que viver é apenas isso viver! Não se da tanta importancia a vida...! Parabens pela postagem, gostei muito mesmo!

www.etudoquepenso.blogspot.com

Edilaine on 30/6/09 1:07 AM disse...

Mto legal esse tema abordado e mto importante tbm, acho q em mtos momentos de dor as pessoas pensam q irão resolver seus problemas eliminando a própria vida, não sabendo q a vida continua e o problemas só muda de plano... depois q a gente morrer iremos entender isso melhor e confirmar tbm...

Maria Lia on 30/6/09 1:50 AM disse...

Eu concordo que os pais devem estar atentos e prontos pra ajudar, mas não acredito que se possa responsabilizá-los dessa forma.
Os três casos de suicídio próximos a mim, cujos jovens encontravam-se nessa faixa-etária, não podem ser de total responsabilidade dos pais.
Acredito que a função dos pais é tentar mostras valores e princípios aos filhos, mas pensar que eles tem total controle da vida dos filhos é absurdo. Não é só uma questão de criação.
Tenho minha própria família como exemplo.
A idéia do suicídio é inconcebível, a meu ver. Não consigo entender o que pode passar na cabeça de um ser pra que ele acredite que essa pode ser a solução pra alguma coisa. E, acredite, minha vida não o que se pode chamar de fácil. Muito pelo contrário.
No entanto, meu irmão eventualmente considera essa opção. Eu vejo o desespero da minha mãe. E sua tentativa de garantir que a idéia não vire prática. Mas até que ponto ela pode ajudar? Até onde EU posso ajudar? Nós não podemos fazer tudo por ele. Ele precisa fazer algo por si.
Enfim, o assunto é de fato delicado. Não é algo que se pode generalizar ou criar um manual de conduta. Deve existir toda uma análise psicológica social em conjunto com a individual. Em cada caso. Com cada ser.
Claro que eu gostaria que fosse mais fácil. Queria poder mostrar pro meu irmão a força que ele perdeu dentro dele... Mas isso só ele pode encontrar.

Luiza Padovezi on 30/6/09 11:54 AM disse...

muito bom o blog!
gostei da abordagem de temas polemicos, principalmente o suicícidio, q muitos acreditam q eh a solução mais prática para todos os seus problemas ao invés de resolve-los
obrigada pela visita e por seguir! estou por aki tb!^^

Flavi on 30/6/09 1:07 PM disse...

Adorei o tema! E concordo com tudo que você mencionou. Tenho filhos adolescentes e me preocupo muito com o comportamento psicológico, e sempre que noto algo no ar, já chego junto, para tentar entender o que está se passando. Acho que muitos pais, estão preocupados em trabalhar e ganhar dinheiro e esquecem que tem um bem maior em casa, seus filhos... Não estou dizendo que ninguém mais deve trabalhar, nada disso, devem também ter mais tempo para os filhos.

Um grande abraço!

Voltarei mais vezes.

Bruno Alves on 30/6/09 6:15 PM disse...

realmente é preocupante o numero de suicidios e mais ainda as vezes por causas banais

Inez on 30/6/09 6:35 PM disse...

Concordo com quase tudo que você escreveu, só não concordo com resposabilizar toalmente os pais por isso.
Conheço adolestecentes que tem toda atenção dos pais, sçao amados, tem tudo e encontra-se em situação semelhante, não aceitando conversa com os pais.
São jovens que não aceitam que a vida tem problemas e que eles nos fazem crescer, não sabem enfrentar dificuldades, talvez por ter os pais sempre por perto.
Acabar om a vida não é solução porque ela acaba aqui, mas o problemas continuam e até pioram na outra dimensão É bom lembrar que a vida é eterna.

Páginas On Line on 30/6/09 6:40 PM disse...

Inez...
Não responsabilizei os pais, e sim disse que precisam olhar mais pelos seus filhos, e se preocuparem mais com eles. ;)
BjOs^^

Dany Ziroldo on 30/6/09 6:51 PM disse...

Sabe, as pessoas fecham um poucos os olhos para a questão do suicídio. É como se ninguém acreditasse que uma pessoa de sua família fosse capaz de cometer tal... Até que um dia, infelizmente, acontece...

Hj, as pessoas estão tão preocupadas com o ter, os pais em suprir as necessidades materiais dos filhos e se esquecem do mais importante: o amor, o carinho. Pequenas demostrações de afetos que todo mundo almejar ter, principalmente adolescentes e jovens, pois essa é uma fase de tantas incertezas, dúvidas e mudanças... E nem todos estão preparados emocionalmente para enfrentar este momento do vida...

Uma ótima noite para vc...

Bjs!

Dany

Tainã on 30/6/09 10:32 PM disse...

Olha...
relamente interessante...
poucos "somos" os que tentam tocar em feridas tão protejidas pela acomodação geral!
Mas acho que essa situação (o suicídio) seja completamente controlavel... talvez seja um ponto que discordamos...

acredito muito no controle proprio...
mas não sou um equisperte no assunto ^^


não costumo fazer isso, mas gostaria muito que vc visitasse meu blog... Dentro da politica ele aborda temas parecidos com as suas ancias... espero que tenhas tempo para tal...

http://www.re-capitulando.blogspot.com/

Tiago Sânzio S. Pereira on 30/6/09 10:34 PM disse...

Já convive de bem perto com este ato, e concordo com o que vc disse, q normalmente é um grito de socorro. Qd ainda jovem um garoto da rua se matou esforcado, e outro pulou de um viaduto. O primeiro sem motivo aparente e o segundo por uma briga com a namorada.

Ambos eram de boa família.

Hoje sou professor na periferia de BH e te falo que sucidio por aqui não é nem citado. Sabe onde mais ouço falar? Antigos colegas de faculdade com problemas financeiros, depressão, estress... Será um mal do mundo moderno ou da classe média? Vai se saber!

òtimo post! Parabéns!

Estêvão dos Anjos on 1/7/09 12:18 AM disse...

o q mais me chamou a atenção foi a comunidade do orkut. qnto ao tema é uma situação delicada, eu trabalhava num site de noticias que adotava uma politica de não querer divulgar tentativas ou suicídios pq foi percebido um aumento nas "tentativa" como uma forma de chamar a atenção e funcionando também como uma prevenção de possiveis acidentes...

kbritovb on 1/7/09 12:40 AM disse...

quando somos adolescentes tudo tem uma importancia enorme pra gente, e isso faz com que as coisas sejam vida ou morte. quando amadurecemos vemos situações iguais de outa forma. também tem na internet grupos de pessoas que apoiam o suicidio e se aproveitam de mentes fracas. Claro que participação dos pais é fundamental pra impedir esse tipo de atitude, mas em alguns casos mesmo com pais presentes jovens optam pelo suicido. Acho muito mais coisa de personalidade do que educação ou acompanhamento.

PanPum Flûor on 1/7/09 2:20 AM disse...

é bem complicadinho esse tema mesmo, mas cada caso é um caso!

eu acho que ainda sou adolescente .-.
sei como é .-.
e tipo, pra mim o temo já é muito familiar :)

as vezes os pais não se importam tanto com os filhos, ou até tentam mas acabam piorando, por não conseguir entender o filho.

mas nao acho suicidio o fim do mundo.

Edilaine on 1/7/09 2:25 AM disse...

Já havia lido, mais uma vez parabéns pela tema abordado e bem escrito!!!!

FAGGH® on 1/7/09 1:09 PM disse...

é dificil controlar a vida do sentimento de frustação mais não justifica a tentativa de acabar com vida , sendo que as vezes é nescessario passar por algumas frustações para fazer as proximas atividades da vida de forma melhor e mais completa do que aq flhamos
abrç


www.celebritypoke.blogspot.com

J P F O X on 1/7/09 4:26 PM disse...

O problema é sério demais. Perto da minha casa tem um menino que deve beirar os 8 anos que já tentou suicídio por duas vezes. Mas por que? Ninguém sabe. Ele é um menino tem sapeca, que vive arrumando confusão na escola, mas isso todo menino faz. Então o que pode ser? O pai dele é um cachaceiro que não está nem aí pra nada. Será que é isso? Também não sei. O certo é que gostei de sua postura em abortar tal tema. Pode ser o começo de uma discussão maior.

Abraços...

www.pitaconojogo.blogspot.com on 1/7/09 5:56 PM disse...

Mt bom o blog ja virei fã e seguidor parabens blogs assim são raros de se ver :D, se puder seguir o meu blog ficarei mt grato
www.pitaconojogo.blogspot.com

Mau on 2/7/09 2:04 PM disse...

Quem faz isso é covarde e maldoso. Pode ter depressão sim, mas podia pensar nos que ficam por aqui, lidando com a curiosidade alheia (por que le se matou?), com dívidas, com a saudade, com a falta de explicação. Quem se mata quer fugir. Quem se mata, não merece mesmo viver...

ℵ Juh ℵ on 3/7/09 12:19 PM disse...

Como você mesma disse,é uma situação complicada,e na maioria das vezes os adolescentes são os mais afetados.Talvez possa ser depressão,porém,muitas vezes a doença é encarada com pouco caso,e as pessoas ao redor acham que o doente está "fazendo fita" ou querendo chamar a atenção,impedindo assim talvez uma conversa franca em que a pessoa possa expor seus sentimentos.
Entretanto,ao mesmo tempo,tem pessoas que querem somente chamar a atenção,e isso acaba fazendo uma distorção de um problema real,prejudicando outras pessoas.

Parabéns,flor,seu blg está ótimo!
Bjus!

Bruna on 7/7/09 1:46 AM disse...

É amiga, eu tbm frequento esta comunidade e vejo muitos suicídios mesmo, infelizmente esses jovens de hj estão precisando de muita atenção.
Vc esta certinha em desabafar!
bjs

Postar um comentário

Olá, Críticas e Sugestões serão bem
vindas desde que não haja ofensas.

Caso queira que eu retribua seu comentário,
ative seu perfil ou use o Opem ID.

Obrigada pela visita!

Volte sempre.

BjOs


kris* ^.^

 

Últimos Leitores

Premiações

Este Blog tem

Blog Ativo desde: 23/Junho/2009

Páginas On Line. Copyright 2009-2010