A Voz do Silêncio


“Pior do que uma voz que cala, é o silêncio que fala!”



Então, parei para interpretar a frase acima e...
imediatamente me veio à cabeça situações em que o
silêncio me disse verdades terríveis pois, como sabemos
o silêncio não é dado a amenidades. Um telefone mudo.
Um e-mail que não chega.
Um encontro onde nenhum dos dois abre a boca.
Silêncios que falam sobre desinteresse,
esquecimento, recusas.
Quantas coisas são ditas na quietude,
depois de uma discussão.
O perdão não vem, nem um beijo, nem uma
gargalhada para acabar com o clima de tensão.
Só ele permanece imutável, o silêncio, a ante-sala do fim.
É mil vezes preferível uma voz
que diga coisas que a gente não quer ouvir,
pois ao menos as palavras que são ditas
indicam uma tentativa de entendimento.
Cordas vocais em funcionamento articulam
argumentos, expõem suas queixas, jogam limpo.
Já o silêncio arquiteta planos que não
são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.
Quantas vezes, numa discussão histérica,
ouvimos um dos dois gritar:
" Diz alguma coisa, mas não fica aí parado me olhando! "
É o silêncio de um mandando más notícias
para o desespero do outro.
É claro que há muitas situações em que o
silêncio é bem-vindo.
Para um cara que trabalha com uma britadeira na rua,
o silêncio é um bálsamo.
Para a professora de uma creche,
o silêncio é um presente.
Para os seguranças de um show de rock,
o silêncio é um sonho.
Mesmo no amor, quando a relação é sólida e madura,
o silêncio a dois não incomoda,
pois é o silêncio da paz.
O único silêncio que perturba é aquele que fala. E fala alto.
É quando ninguém bate à nossa porta,
não há recados na secretária eletrônica
e mesmo assim você entende a mensagem. 

*Texto achado na internet.
Desconheço o autor

Enviar para o Twitter

23 "Comentaram":

kbritovb on 10/8/09 10:34 PM disse...

lembre-se que o silêncio ás vezes é a melhor respota

♫ FáZinho ♫ on 10/8/09 10:52 PM disse...

vamos troca banners?

War Inside My Head on 10/8/09 10:55 PM disse...

incrivel...
Meu ultimo post retrata sobre o desprezo de um ser por um sentimento que hoje causa repudia, dor e sofrimento...um amor que se acabou!
Gostei do que escreveu!
Estou seguindo!
Beijos!

Inez on 10/8/09 10:57 PM disse...

O silêncio muitas vezes é melhor que qualquer palavra, em outras vezes ele diz tudo aquilo que não foi dito.

Naya Rangel on 10/8/09 11:04 PM disse...

Ótima reflexão, o silêncio é tudo, o silêncio é nada ...

Camila Passatuto on 10/8/09 11:39 PM disse...

'O único silêncio que perturba é aquele que fala' Uau!

É..realmente...é preferível palavras. o silêncio deixa o próximo impotente.

Tcy Frank on 10/8/09 11:40 PM disse...

O silêncio é algo que incomoda... Principalmente de quem gostamos. Porém... Pode ser um santo remédio de vez em quando.

♫ FáZinho ♫ on 10/8/09 11:47 PM disse...

EEAEAUEHEAHEAUAE
eu coloco seu banner no meu blog...
e vc coloca o meu no seu q tal/

♫ FáZinho ♫ on 11/8/09 12:06 AM disse...

perdaooo, eu nao reparei...
colokei jah

leandro monteiro on 11/8/09 12:22 AM disse...

o silencio é a melhor palavra.

catorzedejunho on 11/8/09 12:23 AM disse...

silencio é a melhor palavra.

Leo on 11/8/09 12:26 AM disse...

O silêncio é como todas as coisas do mundo: tem seu lado positivo e o contra.
Muitas vezes ficar em sileêcio, só na troca de olhares, já é o bastante para que possamos nos comunicar e nos entender.
Já o silêncio em grande tempo se torna insuportavel e sem sentido.
É só aprender como usa-lo da maneira correta.

Nanamada on 11/8/09 1:16 AM disse...

Por empirismo , o silencio fala mais e incodomoda tambem..

JuANiTo on 11/8/09 1:17 AM disse...

O silêncio é a melhor resposta perante a ignorância.

Porém é o maior incômodo perante a expectativa.

Tiago Dadazio on 11/8/09 1:37 AM disse...

sim
um salve pro silencio da xurupita!

Hidrya Sampson on 11/8/09 1:42 AM disse...

silencio aliado a reflexão é mto bom.
sossego...
e coisas melhore vm...
ótimo blog
primeira vez aki no seu cantinho.
espero vir mais vezes.
um grande abraço
ótima semana e tá
convidada a vir no
www.bocadekabide.blogspot.com

Jan Träumer (Einmal ist Keinmal - política, literatura, poesia, direitos humanos, reflexões, 1968) on 11/8/09 1:43 AM disse...

Adoro o silêncio. Tão necessário! Quando não tenho nada para dizer, me calo, e isso também é uma manifestação!

Vini e Carol on 11/8/09 2:58 AM disse...

O silêncio as vezes é a melhor forma para vermos, descobrirmos, ou entendermos algo.
Pode vir um monte de gente e tentar te explicar algo, e você não entender, ai se você fica só, no silêncio total, e começa a pensar, entende.

Muito bom o texto!

Beijos.

Quer mudar? Comece por você! on 11/8/09 9:42 AM disse...

Oi Kikinhah!
Postei o selinhos no meu blog! Mais uma vez muito obrigada!
Achei lindo o texto e realmente o silêncio as vezes fala mais doque palavras...
beijos

Dú Esperanco on 11/8/09 3:22 PM disse...

muito bom.
embora o silêncio seja o mesmo, ele pode ser agoniante ao extremo ou um descanso para quem esteve no trânsito o dia todo.
já disse Fernando Sabino em O Encontro Marcado, que o ar é mudo, mas o silêncio fala por si...

Avassaladoras Rio on 11/8/09 9:50 PM disse...

Querida amiga avassaladora...
De fato, voce me fez lembrar uma frase que ouvia muito na infancia.. A palavra é de prata, mas o silencio é de ouro... Dizia meu pai sempre eu exagerava nas palavras vazias.
Foi bom. Aprendi a ouvir o silencio.....

G.g on 12/8/09 1:09 PM disse...

Facil é machucar um coração.
dificil curar um coração que sangra.


obrigado pelo coments ...volte sempre

Binho Alcóck on 12/8/09 7:34 PM disse...

É, muitas vezes o silêncio de um é a resposta do outro. As vezes o silêncio é a voz que deprime, as vezes pode ser a voz que acauma.
Eu particulamente, não suporto a voz do silêncio, pois ela me deprime.

Postar um comentário

Olá, Críticas e Sugestões serão bem
vindas desde que não haja ofensas.

Caso queira que eu retribua seu comentário,
ative seu perfil ou use o Opem ID.

Obrigada pela visita!

Volte sempre.

BjOs


kris* ^.^

 

Últimos Leitores

Premiações

Este Blog tem

Blog Ativo desde: 23/Junho/2009

Páginas On Line. Copyright 2009-2010